Resenha: Agnus Dei - Laryssa


Título: Agnus Dei;
Série: A Idade do Sangue #1;
Autor (a): Juliana Costa;
Editora: Grimório Editorial;
Páginas: 376;
Status No Fim Da Leitura: Admirada, decepcionada... Não consigo definir em poucas palavras.


Sediada dentro de um hospício, oculta da sociedade, encontra-se a Ordem de Aset. Uma dentre as cinco Grandes Organizações com o dever de caçar e exterminar crias do escuro, seres sobrenaturais aos quais se enquadram demônios, vampiros, lobisomens, bruxas e toda a horda de entes abissais. A busca por uma garota, recém-descoberta como uma possível reencarnação de um dos fundadores da Ordem, incide num confronto épico envolvendo outra Organização, a Agnus Dei, iniciando a contagem de uma trama frenética que promete levar a História a mais densa das eras: a Idade do Sangue.
Em primeiro lugar: todos que leram, amaram esse livro. Porém, eu não sou todo mundo.

É o seguinte. O livro não me prendeu. Demorei a lê-lo e não senti urgência em saber algo específico até chegar ao fim do livro. Isso explico no fim da resenha, até porque é uma observação um tanto séria da minha parte.

A narrativa de Juliana Costa é séria em demasia, eu diria. Ela faz com que os personagens, no inicio do livro, parecem sem sentimentos, totalmente frios. Nós sabemos que isso tem um lado bom e ruim. O ruim, é que por vezes, isso pode fazer com que um leitor menos paciente abandone o livro. O lado bom é que se houver um crescimento na forma de escrita do autor, ela é mais facilmente percebida.

E foi exatamente isso que aconteceu. Logo de cara notei que ia me irritar muito quando a autora passasse de um personagem para o outro, ou seja, por exemplo, quando mudava o ponto de vista de Julie, para narrar através dos olhos (Porém não pensamentos, ok? A história é contada o tempo todo pela autora.) de Massi.

A introdução que ela dá antes de fazer a mudança não é completamente direta, é discreta, por isso é necessário bastante atenção. É nesse ponto que ocorre um desenvolvimento por parte da Juliana. Parece que com o passar de alguns capítulos, ela meio que se tocou disso, e começou a misturar (exemplo: - Pri, você faz a resenha de A Origem do Lobo? Priscila franziu as sobrancelhas. Já fazia algum tempo que havia lido o livro. Lary, estando acostumada a ler expressões, logo de cara percebeu que algo incomodava a colega. Porém, em sua teimosia eterna, preferiu não desistir.). Captaram? Ela parou de diferenciar um personagem de outro na mesma cena. (Alívio para mim. Já comentei que odeio parar de ler para pensar?).

Voltando aos personagens, eu demorei a me identificar com algum, sem falar que a autora fez alguns joguinhos comigo. Durante TODO o livro, ela fazia suas tramoias e minhas ideias eram assim: odeio amo, odeio, amo, vai se ferrar, amo, odeio, NÃO MORRE!, Odeio, amo.
Sério gente. Essa mulher quase me deixou maluca! E eu adorei! É isso que me compele a ler um livro. Depois que ela começou com isso, mostrando o lado bom e ruim de cada personagem a cada folha, eu não resisti. Comecei a ver o livro com outros olhos.

E então pude ver toda a inteligência da autora. Da metade para o fim, se percebe mais claramente todas as tramoias que envolvem a história. E Juliana pareceu fazer questão de mostrar isso através de cada um dos personagens. Não sei explicar direito. Porém o esquema de traições que ela cria é tão bem posto e descrito, explicado, que é impossível não admira-la. E foi ai que o livro me ganhou. Na inteligência. Na disposição dos fatos. Na lógica que a autora nos mostra e que tinha passado despercebida.

Em um todo, fora ligeiras partes em que quase (não é mentira, aconteceu) dormi de tédio, ou a autora escrevia uma parte super. Eletrizante, com um desfecho por vir e cortava para por uma aula que Julie estava tendo, o livro é ótimo.

Para quem gosta de vampiros, coisas sobrenaturais, corrupção, traição, estratégias e religião (de certo modo) juntas, esse livro será memorável.

OBSERVAÇÃO: Bem, teve uma cena, no fim, que eu acredito que está meio deslocada. Por quê? Porque ela é um desfecho. Qual li o que a precede, eu quase tive um ataque. Fiquei me questionando e tal. Aquele pequeno acontecimento poderia ser a razão (não poderia, SERIA) para que eu comprasse o segundo livro. Porém, poucas páginas depois, eu recebi a solução. Ótimo, matei a curiosidade. Mas e daí? Fiquei sem uma motivação forte para ler o segundo. Tem coisas que não foram explicadas e muitas coisas por vir, porém esse gancho, foi perdido. Eu acho que a autora devia ter percebido e posto aquela meia folha no inicio da continuação (Êxodo, se não me engano) para manter o interesse dos leitores. Não sei se a editora tem o poder de fazer isso, porém, se tem, deveria ter feito.

DESIGN: Notória. O livro é chamativo. E por dentro, as páginas são esfumaçadas. É ruim de ler em ambientes mais escuros, porém, cá entre nós. É lindo :D

Comentários

  1. Oi Laryssa.
    Gostei da sua resenha. ^^ No fim fiquei sem ter certeza se você gostou ou não. hhahaha mas de qualquer modo, obrigada por ter dado uma oportunidade ao livro. O pessoal importa muito a literatura fantástica no Brasil e às vezes esquece do autor nacional. Valeu a chance! =)
    Agradeço as críticas e os elogios. =D A confusão em alguns momentos e o início parado foram observações que muitas pessoas me fizeram, estou trabalhando pra mudar isso nos próximos projetos. Quem sabe, no futuro, algum dos meus próximos livros não te conquiste. hein? ;)
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei o livro kkkkkkkk. Só não costumo bajular muito. Sempre tento colocar pontos negativos e positivos. Espero não ter te ofendido em nada :(
      E obrigada por comentar no blog :D
      Nem sabe como estou eufórica nesse momento rsrsrsrsrs
      Beijos e sorte com a continuação da série.

      Excluir
    2. De forma alguma, Laryssa!
      Crítica é sempre construtiva. =)
      Querendo, me adiciona em alguma rede social. A gente bate um papo mais descontraído e vc me diz como o final poderia ter ficado melhor na sua opinião. ^^ Sem frescura, viu? Pode falar mesmo.. hauahhh
      Beijos e obrigada

      Excluir
    3. É de extrema importância ressaltar que criticas são um lado positivo e interativo do leitor com seu autor, com a obra apreciada. O mesmo para elogios. Elogiar aumenta a excitação e a perspectiva de elevação da auto-estima do autor para continuar desenvolvendo seu trabalho. Juliana breve adicionarei seu livro a minha coleção. Ja de cara percebo grandes coisas sobre o livro na resenha da Lary. Me instigou a lê-lo. ^^ beijos

      Excluir
    4. Concordo com a Ly e o Italo, é extremamente importância destacar os pontos tanto negativo, quanto positivo. Isso mostra até uma certa maturidade da parte do blogueiro em relação ao livro em questão.

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
  2. Laryssa !! está de parabéns pelo blog, gostei muito do conteúdo. Estou seguindo e indicando.

    Gostaria da sua visita e presença no meu Humilde Blog.
    http://jonathanejonathan.blogspot.com.br/

    Beijos Caio

    ResponderExcluir
  3. Lary... Adorei sua resenha, por ela vou ler o livro a história me chamou muita atenção (A não ser o fato de que eu amo qualquer história que contenha vampiros, bruxas, lobisomens e etc.) Você presta muita atenção nos detalhes, deveria escrever você mesma seu próprio livro ou contos como quiser. Iria dar um ótima escritora... Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tambem gosto gosto de todo tipo de livros que falam sobre vampiros, bruxas e lobisomens. Se voce não leu House of night voce tem que ler é muito lgl a historia é incrivel.
      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    2. Me dando uma de intrometido aqui no meio venho indicar um livro..

      "A arma escarlate"

      Já ouviu falar??
      O livro é nacional, simplesmente perfeito. Além de se encaixar no arquétipo: Bruxos, Vampiros, (Lobisomes quem sabe na continuação??) e coisas do tipo :D

      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    3. Eu já vi esse livro é simplesmente sensacional pelo oque todos estão falando, mas infelizmente ainda não deu para comprar, agora com a falta dos livros do Harry vai ser ótimo ler alguma coisa desse tipo :D

      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    4. Ah mas não espere algo no bom estilo "Harry Potter"...
      Ta certo que a Rê disse que se inspirou nos livros e filmes de Harry Potter MAS acho que é o maior erro das pessoas que vão ler o livros é isso, comparar o livro dela com o da J. K. Rowling.. Ele não são parecidos! Muito pelo contrário, apesar de se tratar de um mesmo mundo que é o mundo mágico eu simplesmente não consegui encontrar semelhanças entre as duas sagas (Sim A arma escarlate é o primeiro livro da saga apenas (: )

      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    5. O que acaba decepcionando muitas pessoas em relação a algumas história, são essas comparações que elas insistem em fazer. Você compara e se decepcionada, acabando assim não aproveitando a essência daquele livro.

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
    6. Ah e eu concordo sobre isso, Mônica. A Laryssa foi extremamente detalhista nessa resenha e eu apenas amei isso *-*

      Excluir
  4. Laary xuxu, eu não sei fazer comentários fofos como os acima, porém eu sei elogiar, e sim a tua resenha ficou muito ótima, e nos deu uma boa percepção sobre que tipo de história vamos encontrar dentro desse mundo chamado Agnus Dei. Como eu já te falei, tu deu uma zuada ali no livro,mas como tu mesmo disse depois, o livro conseguiu te pegar, então fico feliz em outro livro ter adquirido sucesso em seus fins mirabolantes, e sim, eu vou ler este, pois fiquei mega curiosa com essa história de coisas sobrenaturais *----*. Um beeijo.

    ResponderExcluir
  5. "A Idade do Sangue, consegue ser original, avassalador e surpreendente em cada virada de página. Com um final que jamais pude imaginar, esse livro me deixou completamente viciado e assustado."
    http://www.blogfabsongabriel.blogspot.com.br/2013/01/dica-de-leitura-3.html

    ResponderExcluir
  6. Oi vim aqui dize que sempre estou atualizando o meu blog '
    ingridegrazielly.blogspot.com

    visite tambbén
    grazielycristina.blogspot.com.br

    ><

    ResponderExcluir
  7. Nossa Larissa adorei a resenha,gostei mais quando você foi sincera sobre ele,parabéns!
    Estou de olho nele desde que a editora me passou esse lançamento.E como você bem sabe AMO assuntos sobrenaturais(kkkkk).
    Olha tenho ainda vontade de ler ele,ate mesmo para tentar desmentir você(kkkkkkkkkkkk).Mas tenho medo realmente de que le não seja tudo isso(você me entende?)Apesar de sua resenha ressaltar os altos e baixos dele.
    Parabéns pela resenha.

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível não notar a sinceridade nas palavras da Lary, não é mesmo? Ela sabe exatamente o que falar e do que falar. A sinceridade dela é o ponto alto das suas resenhas.

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
  8. Nossa eu AMEI esse livro, sério !!!!

    Achei que a Julianna fez com o livro tivesse uma guinada incrível e estou louca para ler a continuação.

    Concordo com você quando disse que ele é parado no começo, acho que ele só engata da pagina 150 pra frente...

    Eu gostei da maneira como os personagens interagiram, e muito mesmo dos personagens do Maassi e do Lucas :)

    Beijus

    Renata Sara

    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Bom... Sendo eu a primeira pessoa a ler a resenha (Antes mesmo de ser publicada Huahauahuahau.. Exclusividade tsc, tsc.. Brincadeira!!), eu já tinha gostado da resenha inclusive opinei sobre ela pelo Facebook mesmo.. E vou reforçar agora!

    Lary você escreve muito bem, uma coisa que eu realmente admiro é essa facilidade de expor o que você acha sobre algo seja qual for sua opinião, e eu estou trabalhando para ser mais assim em minhas próximas resenhas.. Parabéns mesmo!!

    entrelivroseafins@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Pelo oque eu li pareceu eu lendo Jogos vorazes na parte de não querer que os personagens morressem rsrsrsrsrs. A sinopse do livro é muito boa mas como vc descreveu acho que eu não leria até o fim pois para ler um livro preciso que ele me prenda do começo ao fim, vc descreveu o livro muito bem e adorei suas opiniões.
    Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que você nunca comprou um livro e depois percebeu que é ruim mas mesmo assim leu até o final?? Eu comprei um livro que é péssimo mas li até a última página.. Não aceitaria uma derrota tão fácil! kkkk'

      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    2. Quando eu não gosto do livro eu simplesmente não aguento ler até o final, sou derrotado pelos livros rsrsrsrsr eu exemplo de um que eu não li até o final foi O morro dos Ventos Uivantes =S

      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    3. Ah mas o morro dos ventos uivantes é um livro bom! Só que a linguagem dele que é muito antiga.. Ele voltou a tona por causa da Bella e do Edward, mas a maioria das pessoas que compram ele acham que é um livro atual mas se decepcionam quando começam a ler.. Ele é um tipo de literatura mais fechada eu acho..


      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    4. é a linguagem é beeem antiga mesmo, mas eu li até uma certa parte mas não me interessei muito, vai me intende néh UAHSUHASUHASUHUAS

      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    5. Você tem que ter uma certa identificação com livros como O Morro dos Ventos Uivantes para conseguir lê-lo. Por ser tratar de um romance história, ter uma linguagem mais complexa e antiga, atualmente não são todas as pessoas que leem este livro, ou outros parecidos e saem totalmente satisfeitos. Como o Bruno citou, muitas pessoas se decepcionam ao comprá-lo e por conta de Crepúsculo acharem que é um livro atual.

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
  11. Oi Laryssa!
    Amei a resenha!
    Já quero ler esse livro também!
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. To pensando em comprar mas como vc falou o livro não te prendeu, e duvido que seja diferente comigo, gosto de livros que me prendem do começo ao fim, e que me fazem entrar no mundo que ele descreve.
    Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mais resenhas, opiniões são diferentes de pessoas para pessoas.. Talvez alguma outra resenha o livro tenha prendido mais a pessoa em questão.

      PS. Não que sua resenha esteja ruim Lary, muito pelo contrário! Ad

      Mas é que a cabeças das pessoas são diferentes, cada um tem um modo de pensar e é por isso que eu adoro resenhas, pois assim eu conheço o livro de vários e vários pontos de vista diferentes antes de comprar um livro.. Assim eu não me arrependo de comprar um livro qualquer.

      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    2. Uma boa parte dos meu livros eu comprei depois de ler algumas resenhas, mas tem umas que são propagandas enganosas rsrsrsrs mas tem outras que realmente captam a alma do livro, e que me fazem comprar ;)

      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    3. Não existe propaganda enganosa de livros. Se eu gosto de livros de mistério e eu li um lançamento que eu muito me identifiquei, eu falarei maravilhas dele, mas se você não gosta do mesmo gênero, mas gostou da minha resenha e for comprar por isso, provavelmente se decepcionará. É tudo questão de ponto de vista.

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
  13. Gostei, mas a capa não me agradou. Mas a resenha eu gostei hein!

    ps: Em primeiro lugar: todos que leram, amaram esse livro. Porém, eu não sou todo mundo. (risos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho medo de pedir para a Lary ler algo que escrevi por isso.. rs'..

      entrelivroseafins@gmail.com

      Excluir
    2. Somos dois a quem o livro não agradou, mas a resenha é ótima viu rsrsrsrsrs eu adorei mesmo, não briga comigo :D

      Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

      Excluir
    3. Altas risadas com a parte "Eu não sou todo mundo". KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      alineraquel_2010@live.com

      Excluir
  14. minha amiga leu e não gostou , embora tenho ouvido falar de pessoas que amou eu tambem quando comeceia ler me desanimei um pouco ela tinha razão um leitura meio cansativa

    ResponderExcluir
  15. Eu preciso realmente falar que sua resenha ficou perfeitamente excelente, Laryssa? Me chamem de puxa saco o quanto quiserem, mas essa resenha está extremamente detalhada, você soube exatamente como destacar os pontos certos. Você apontou os pontos negativos sem desvalorizar o livro e apontou os positivos sem bajular. Eu apenas acho as suas resenhas uma inspiração para as minhas, elas são bem distribuídas e claras e totalmente isentas de spoilers, sempre ficarei admirada por isso.

    PS.: Arrasou: "eu não sou todo mundo".
    KKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Beijos :*

    alineraquel_2010@live.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui